Super veganos: Os atletas veganos número 1 no mundo

Você ainda acha que ser vegano é sinônimo de fraqueza? Ainda não passou dessa fase? Atletas veganos são realidade há muito tempo!

Muitos atletas hoje estão aderindo essa dieta por ser eficaz e, principalmente, por aumentar o desempenho corporal e mental.

Neste conteúdo vou mostrar alguns desses atletas que seguem um estilo vegano e não perdem nada em performance.

Lewis Hamilton

Um dos maiores pilotos de fórmula 1 da história é vegano, Lewis usa suas redes sociais para fazer ativismo e espalhar o que ele acredita ser o correto. Com essa postura já irritou até fazendeiros da região de sua cidade natal na Inglaterra. 

Hoje ele é Pentacampeão mundial de fórmula 1 e um dos atletas veganos mais respeitados por sua postura fora das pistas. 

Serena e Venus Williams 

As irmãs Williams são jogadores de tênis. Serena é a número 1 do mundo e Venus é a 12º, porém já ficou no topo da lista das melhores.

Por conta de uma doença grave, Venus despencou no ranking e decidiu se tornar vegana para melhorar sua saúde, Serena fez o mesmo para apoiá-la. Venus hoje dedica sua performance em quadra, à sua dieta a base de vegetais e diz que se sente fisicamente e mentalmente bem melhor do que nunca. 

Mike Tyson

A lenda viva do boxe — que está viva graças a alimentação vegana — segundo palavras do próprio Tyson. 

Mike tinha muitas doenças causadas pela sua péssima alimentação, principalmente carne vermelha, resolveu se tornar vegano e hoje perdeu 100 quilos e está mais saudável que nunca. 

Patrik Baboumian

Temos um fisiculturista na lista? Sim temos! 

Vegano desde 2005, é um campeão de fisiculturismo. Ganhou o reconhecimento do Vegan Athlete of the Year em 2013, tudo isso sem uma grana de crueldade animal. Voa monstro! 

Fiona Oakes

Fiona Oakes é uma campeã internacional de maratona, nasceu na Grã-Bretanha. Ela parou de comer carne aos seis anos, e tornou-se vegana durante a adolescência. 

De maratona já ganhou inúmeros títulos importantes, no topo de rankings em Amsterdã, Moscou, Londres e Berlim. Em 2013 ganhou o Pólo Norte Maratona, que foi realizada a uma temperatura de -28 ° C. “Tadinha, tem pouca resistência”.

Keith Holmes

É um campeão mundial de boxe na categoria peso médio. Segue uma dieta vegana há vários anos e agradece por isso. 

A escolha dos alimentos o permitiu alcançar resultados importantes, pois ele começou a treinar como amador aos 14 anos e tornou-se boxeador profissional aos 20 anos. 

Jack Linquvist

Ciclista americano, e campeão de ciclismo profissional, mas já trabalhou como carteiro e entregador de pizza. A dieta vegana o ajudou a ter mais energia para treinar e recuperar as forças após as corridas.

Carl Lewis

No decorrer da carreira, o atleta ganhou 10 medalhas olímpicas e 10 medalhas no campeonato do mundial de atletismo. Defensor do veganismo, Lewis chegou até a escrever uma introdução para o livro Very Vegetarian, de Janequin Bennett. 

Mac Danzig

Conhecido como um atleta de alto nível no MMA, um esporte brutal que exige elevados níveis de força e agilidade. A princípio, cortou laticínios por causa de alergias, mas há vários anos tem mantido uma dieta vegana. Entre seus alimentos favoritos estão o arroz integral, cogumelos, quinoa, feijão preto, lentilhas, nozes e sementes.

Não existem atletas vegano?

Em uma dieta bem equilibrada, o veganismo pode trazer inúmeros benefícios para o corpo, como trouxe para esses campeões mundiais. Quer saber como se tornar vegano? Veja o post “Como virar vegetariano” e se você não sabe a diferença entre vegano e vegetariano, entenda aqui

Quais mais atletas veganos deveriam estar nessa lista? Deixe seu comentários, queremos saber sua opinião. 

HesleySuper veganos: Os atletas veganos número 1 no mundo

1 comment

Join the conversation
  • Eduarda Costa Ferraz - 17 de novembro de 2019 reply

    Sou portuguesa, atleta de alta competição de Taekwondo da WT, federada.
    Compito na vertente de técnica. Não me alimento dos meus amigos animais há mais de 20 anos. Sou activista da causa animal e ambiental.
    Sou campeã do mundo 2018/ 2019 no campeonato disputado na China Taipé. Sou campeã da Europa, disputado na Turquia em Abril de 2019. Estes são os títulos mais recentes.
    Taekwondo Eduarda Costa Ferraz no Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *