Flexitarianismo: o que é e qual sua relação com vegetarianismo e veganismo

Você provavelmente já deve ter ouvido falar do vegetarianismo e do veganismo, não é mesmo? Estes dois termos remetem à pessoas que possuem um estilo de vida com uma dieta a base de plantas, legumes, oleaginosas e grãos.

Mas nem todas as pessoas ainda estão preparadas para mudarem radicalmente sua rotina alimentar e começam, aos poucos, a retirar a carne e alguns outros produtos de origem animal de suas refeições.

Com base nessas pessoas, nasceu o termo flexitarianismo, e é sobre isso que vamos falar neste post. Acompanhe!

O que é o flexitarianismo?

O flexitarianismo é um termo que une duas palavras: flexível e vegetarianismo. Usado para definir pessoas que diminuiram o consumo de carne para apenas três vezes na semana. Essas pessoas podem até restringir todos os alimentos de origem animal da sua rotina, mas abrem exceção quando estão fora de casa, em festas ou comemorações.

Esses termos nascem, porque cada vez mais as pessoas estão se informando e percebendo que alimentos de origem animal, além de causar danos para a saúde, já que é comprovado que o consumo em excesso está ligado diretamente a doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e câncer, também está associado à danos ambientais e crueldade com animais.

O que um flexitariano come?

O flexitariano não está restrito a nenhum alimento, portanto não há uma dieta a ser seguida. Cada pessoa segue uma rotina alimentar diferente, há quem não coma carne nenhuma vez nos dias de semana e deixa para consumir aos finais de semana ou vice-versa.

Mas de toda forma, buscam substitutos para fonte de proteínas, como: feijão, grão-de-bico, lentilha, ervilhas, soja, quinoa, aveia, folhas verde escuras, brócolis, castanhas, sementes de abóbora, entre outros.

Substitutos de laticínios também são consumidos, como leite de castanhas, coco e soja, e também queijos como o tofu.

Flexitariano é um tipo de vegetariano?

Já explicamos no post sobre a diferença entre vegano e vegetariano, que existem algumas “categorias” no vegetarianismo, que seriam:

  • Ovolactovegetarianismo: pessoas que não comem carne, frango e peixe, mas utilizam ovos, leites e derivados em suas refeições (mais comum);
  • Lactovegetarianismo: pessoas que não comem carne, frango, peixe e ovo, mas utilizam leite e seus derivados;
  • Ovovegetarianismo: pessoas que não comem carne, frango, peixe e leite, mas consomem ovos;
  • Vegetarianismo estrito: pessoas que não consomem nada de origem animal.

Como você viu, em todas essas categorias não são consumidos carnes, alternando apenas laticínios e ovos. Portanto, não podemos considerar o flexitarianismo como uma categoria do vegetarianismo, pois mesmo que seja reduzido, um flexitariano ainda consome carne.

Por que flexitariano em vez de vegetariano?

Existem pessoas que ainda não estão totalmente preparadas para mudar radicalmente sua dieta, e podem começar essa transição por meio do flexitarianismo.

Há também aquelas pessoas que entendem os danos causados pelo mercado de animais, mas sempre dão a “desculpa” de: “ah eu amo churrasco”, “eu amo comida japonesa”, “eu não viveria sem queijo”.

De fato, é uma desconstrução de uma vida inteira, mas acreditamos que aos poucos, quem compactua com o flexitarianismo pode ser tornar vegetariano ou vegano no futuro.

Existe preconceito com os flexitarianos?

Assim como toda a sociedade, tantos os vegetarianos como os veganos possuem opiniões divergentes em relação à aceitação dos flexitarianos. Há quem veja o flexitarianismo como um pontapé inicial para o vegetarianismo e há quem aponte como “pessoas que querem ter uma consciência tranquila achando que já estão fazendo a sua parte pelo planeta.”

Eu, Bianca, em particular, vejo como um caminho, mas as pessoas que adotam o flexitarianismo precisam se lembrar sempre dos impactos causados pelo consumo de alimentos de origem animal e se esforçarem para, mesmo que aos poucos, deixarem de comer.

Agora que você já sabe o que é o flexitarianismo, que tal contar para gente o que você achou sobre essa dieta? Se você quiser ir se adaptando a ele ou ao vegetarianismo e o veganismo, estamos super à disposição para conversarmos e dar algumas dicas!

Bia SilvaFlexitarianismo: o que é e qual sua relação com vegetarianismo e veganismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *