5 motivos para não comer peixe na sexta-feira santa

A sexta-feira santa é conhecida nacionamente como o dia que não se deve comer carne, crença criada pela igreja católica. Já meio que virou cultura em nosso país e você não precisa ser católico para participar desse “movimento”.

Para um pouco mais de contexto, acredita-se que Jesus foi assassinado nesse dia, por isso, é recomendado pela igreja católica a abstinência da carne, como uma forma de agradecimento.

E por isso, o almoço ficou por conta dos peixes — que a maioria das pessoas esquecem que também é carne. Mas, existem motivos para você deixá-los de fora do seu prato nesse dia santo.

Entenda agora os 5 motivos que listei para você não comer peixe nessa sexta!

1. Peixe ainda é carne

Pode parecer ridículo ter que escrever um tópico afirmando que peixe é carne, mas muitas pessoas se esquecem disso. Já perdi as contas de quantas vezes perguntei a algum garçom se tinha opção sem carne e me ofereceram peixe.

Mas além disso, se você for católico e está pensando em comer peixe na sexta-feira santa, não tenho boas notícias para você. De acordo com o Código de direito Canônico, livro do Vaticano, todas as sextas do ano são reservadas para a abstinência de carne.

Se peixe é carne, logo, você deveria se abster até dele todas as sextas do ano.

2. Níveis perigosos de mercúrio

Os mares estão cada vez mais poluídos e isso não é novidade, infelizmente. Por conta disso, é encontrado diversas substâncias nocivas à saúde — animal e humana.

É o caso do mercúrio, peixes e crustáceos estão expostos a altos níveis de mercúrio e metil mercúrio (a forma mais tóxica do mercúrio) e isso está sendo passado para quem consome esses animais.

Os riscos de quem é exposto por esse metal são muitos, entre eles câncer e doenças cardíacas.

3. Consumo de plástico

Mais uma notícia triste! Hoje quem come peixe, provavelmente também está ingerindo plástico. Segundo a revista científica, Frontier in Marine Science, identificou que 73% dos peixes do Atlântico ingerem microplástico.

Isso quer dizer que, de cada 4 peixes, 3 estão com plástico no organismo. O plástico possui muitas substâncias químicas para alterar sua cor e formatos. Muitas dessas substâncias podem interferir em nossos sistema endócrino e afetar nossa saúde.

Além disso, o plástico também podem atrair metais, como o mercúrio do tópico acima.

4. Destruição do oceano

Estamos tirando mais peixes do oceano do que a natureza é capaz de repor. Retiramos duas vezes mais peixes do que o crescimento populacional! De acordo com o livro “Comendo o Planeta”, já exploramos cerca de 60% do estoque marinho e o que sobrou está extremamente reduzido graças as redes profundas de pescas.

O oceano está ligado diretamente aos níveis de oxigênio que temos, devidos aos fitoplanctons, que são plantas marinhas que produzem cerca de 80% do nosso oxigênio. Mas eles só sobrevivem em oceanos saudáveis, o que não está acontecendo com os nossos.

5. Peixes são sencientes

Já expliquei no post “Diferença entre vegano e vegetariano” que um dos pilares do veganismo é a ética animal, e nela está o motivo: os animais são seres capazes de sentir medo, dor e desespero, isso significa que eles são sencientes.

Os peixes não ficam de foram, eles possuem nervos que os fazem sentir dor e desespero! E como os peixes são abatidos? Com pauladas e asfixia! Infelizmente, eles sentem tudo o que estão passando.

Foram 5 motivos muito importantes que eu espero que você considere na hora de escolher sua refeição na sexta-feira santa. Lembre-se, peixe também é carne e se você é católico, é uma responsabilidade ainda maior, pois envolve a sua fé.

Se além das sextas-feiras você quiser adotar outro dia para tirar a carne do cardápio, recomendo participar do movimento Segunda sem carne!

Bia Silva5 motivos para não comer peixe na sexta-feira santa

2 comments

Join the conversation
  • Carlos - 18 de abril de 2019 reply

    Muito bom, Bia! Os conteúdos do blog estão ótimos!

    Bia Silva - 28 de abril de 2019 reply

    Obrigado Carlos, que bom que gostou! Continue acompanhando os conteúdos! Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *